Alimentos Que Ajudam A Manter O Corpo Saudavel

como perder gordura localizada1Neste post iremos faremos uma abordagem analítica e crítica sobre o que a mídia convencional fala sobre alimentação. Vemos diariamente na mídia (TV, jornais, revistas e gols sobre saúde e bem estar, etc) matérias relacionadas a alimentação. Matérias que abordam de forma superficial quais alimentos devemos consumir e quais devemos evitar para que possamos ter uma vida saudável.

Algumas matérias sequer possuem a opinião de nutricionistas, simplesmente espalham que um determinado alimento traz benefícios ou malefícios a saúde, divulgam de forma genérica como se todos fossem fisiologicamentes iguais e que determinado alimento faria bem ou mal à todos. Algumas “reportagens” dizem que comer legumes e frutas (não detalham quais tipos) é benéfico, outras dizem que o cha verde em capsulas emagrece, ou que determinado alimento é ideal para emagrecer e queimar calorias ou quem procura acelerar o metabolismo. São diversas matérias e reportagens, mas grande parte são feitas fe forma superficial e genérica, como se todos devessem consumir ou evitar determinado alimento. São raras as matérias que explicam o porque da coisa, ou que falam embasadas em fatos e estudos científicos.

Percebe-um forte apelo comercial ou publicitário em matérias deste tipo, o que não é errado na minha opinião (não vejo nada de errado em querer ganhar dinheiro explorando o nicho de saúde, alimentação e bem estar, como o programa corpo de 21 por exemplo) porém a forma genérica como determinados assuntos são tratados induzem a população a acreditar que todos vão emagrecer se consumirem canela(considerado um termogênico natural pelos especialistas em nutrição). Os profissionais da saúde sabem que a coisa não é bem assim.

Em primeiro lugar, devemos levar em conta o tipo de metabolismo que cada um possui, conforme dito anteriormente, metabolicamente falando não somos todos iguais, alguns processam melhor determinados alimentos, outros nem tanto, e por aí vai, o melhor a se fazer neste caso é consultar algum profissional de saúde (médicos, nutricionistas, educadores físicos, etc) antes de seguir as dicas divulgadas pela mídia.

Em segundo, devemos analisar se o conteúdo publicado possui embasamento científico e possui fontes confiáveis, analise se o texto ou a matéria em questão cita alguma fonte confiável, tais como: profissionais de saúde, matérias feitas por profissionais da saúde (exemplo: matérias de saúde e bem estar do Dr. Dráuzio Varella), ou citações de artigos(científico, acadêmico). Isto garantirá que a matéria não foi “inventada” sem ter algum fundamento.

Levando estes dois passos em consideração já podemos ter uma uma boa “defesa” contra as notícias que são espalhadas somente por apelo comercial e sem embasamento algum.